terça-feira, 12 de julho de 2011

Métodos e técnicas



Dentre as possibilidades a mim apresentadas pergunto
Com que roupa, ou melhor, com método eu vou.
Dentre as técnicas disponíveis pra mim pergunto
Com que roupa, ou melhor, que técnica eu vou.

Escolher ou não escolher eis a questão.
Porém o não escolher já é escolha.
Imparcialidade compromisso
Que troço difícil.

Diacho chato que é escolher seus métodos
Técnicas para agradar moleques, que não gostam mais
De estar lá, ou melhor, de estudar.
Não sei... Não sei... Não sei

Sei que é difícil complicado sei que é,
Mas como nordestino encaro pra ver qual é,
Se é pra escolher escolho o método pra socializar
Você, perdão você não nós.

Educação método de socialização humana
Homens, mulheres, negros, brancos humo e heterossexuais.
Todos... e utilizando como técnicas, apenas a audição e sensibilidade...

terça-feira, 28 de junho de 2011

Avaliação

Olá pessoal, estou aqui novamente para falar sobre avaliação. Alias avialiação é moleza né? é só aplicar algumas atividades e ver como os alunos se seam certo! Errado. Avaliação é muito mais complexo que vocês imaginam, não é simplismento o estudante que é aviliado, mas sim o processo de ensino-aprendizagem, ou seja, o que é avaliado na verdade é se o professor estar conseguindo fazer com que os estudantes se desenvolvam na quele determinado assunto ou matéria. Calma! respire um pouco não estou querendo colocar a responsabilidade em suas costas, mas sim tira-la das constas dos estudantes, mostrando que é um complexo entre o que é ensinado e o que é de fato absorvido pelos estudantes, ou seja, caso o desempenho da turma não for satisfatório tenho que me perguntar se o preblema está com as estratégias que eu utilizei ou com os alunos ou nos dois. É preciso entender estamos falando de um processo que começa desde o planejamento do curso as atividades desenvolvidas. O planajamento serve para justamente verificar o que de fato está dando certo e o que é preciso malhorar para que os objetivos traçados no plao de curso sejam alcançados. Não é simplesmente, como mencionei no inicio, aplicar uma atividade a fim de verificar se o aluno sabe o conteúdo, mas sim um complexo jogo que exige de você uma postura de auto critica muito grande, uma vez que é complicado adimitir , as vezes, que o problema é com você que suas estratégias não conseguiram alcançar seus objetivos e consequentimente, muda-las para melhor se adaptar ao realidade da turma em questão, lembrem-se amigos não existe formula pronta para lecionar, cada turma é heterogênia e única, então o que da certo em uma determinada turma pode não dar certo em outras, portanto avaliar é isso é sobretudo, observar o que esta dando certo e o que precisa ser melhorada. Queridos colegas de profissão vou cair fora já falei demais, não quero mais importuna-los com essas reflexões de um velho professor que ama sua profisão, ama lecionar e sonha que as novas gerações de professores que chegarem irão dar continuidade a esse trabalho duro, dificil, mal remunerado e com todos os problemas que sabemos que tem, mas que escolhemos, então boa tarde fiquem com seus Deuses e vou tomar uma cervejinha gelada e comer uma acarajé. 

terça-feira, 19 de abril de 2011

Reflexão

Olá amig@s estou aqui mais uma vez para me manifestar sobre os ultimos fatos relacionados a educação brasileira. Mas primeiro devemos fazer uma breve reflexão sobre o ato de planejar e o professor em sala, primairo planejar significa prever fatos que ocorrerão ou não, desde o tempo de uma aula a situações inusitadas a fim de que o professor não seja surpreendido por situações diversas, desde piadas sobre os temas em questão na aula ou caminhos que o debate pode seguir. Com esse planejamento o professor tem uma guia e não passa para os estudantes uma imagem que não estava preparado ou não sabe o que esta fazendo, entretanto o planejamento não é uma garantia de sucesso, mas antes um camnho a ser seguido tanto pelo professor, quanto pelo aluno, pois com o planejamento o percurso o ser seguido já esta previamente traçado. O segundo ponto que gostaria de discutir com voçês colegas é a solidão do professor, nós estamos sempre só emfrentando turmas enormes e não temos um apoio para lidar com tantos problemas de convivência, como o Bullyng na atualidade, problema que manchou de sangue os nossos telejornais, com o massacre ocorrido em uma escola de São Paulo, onde um ex-aluno da instituição, vitima de Bullyng no passado, resolve se vingar tirando a vida de várias crianças, porém como a nossa sociedade não se resove os problemas e sim se procura os "culpados".A sociedade precisa intender, nós precisamos entender que os professores precisam, mais que nunca, de ajuda pois as metodologias aplicadas no passado não estão mais funcionando devido a diversos fatores que me recuso a discutir nesse momento, pois acredito ser uma discussão já batida e bem batida. O fato é que profissionais de outras áreas precisam entrar na escola, como médicos, pisicologos, sociologos, dentistas e etc. Os estudantes atuais não aceitam mais o "poder" do professor, não estão nem aceitando o poder dos pais, não é o professor que irá conseguir impor um "poder", de fatos estamos pedindo socorro é muita pressão, vejo jovens professores que nem entraram em cena pedindo pra sair, querendo pular do barco todo o problema relacionado a educação o culpado ou é o professor ou os estudantes, já massacrados por tantos problemas e comparações, peço que você que está lendo esse texto também se lembre que você faz parte desse processo de educação, portanto também é responsável pelo que acontece com os nossos estudantes a responsabilidade é nossa, não só do professor é nossa de todos...   

terça-feira, 5 de abril de 2011

Tempo

 Tempo tempo... me falta tempo
 Tempo para falar, tempo para gritar
 Tempo pra planejar... São tantas
 Emoções... preciso dar conta.

Estudar pela manhã, a tarde lecionar
A noite pesquisar... não dá, são tantas emoções
Cabeça que não para familia não me espere
Tenho que dar conta!

Tempo... quarenta e oito horas por dia
Ou planejar o tempo inteiro? são tantas emoções
São tantos os espaços de atuações
Ator, sei que sou conhecido aqui como professor

Mas e o tempo? sempre me persiguindo,
Lutando contra mim, contra nós, mas sigo
Lutando com palavras, masmo sabendo
Que é uma luta vã!

Plenejo planejo plenejo...
Planejo no tempo, com tempo
Replanejo o faço aliado seguindo com tempo
Meus multiplos personagens

Tendo como aliados meus dois
Amores: Minha Flor e ser professor,
Agora... alido do tempo vou...

quinta-feira, 31 de março de 2011

Insatisfação do professor

Caros colegas de profissão, venho atravéz desta mostrar minha insatisfação com as atuais condições de trabalhos dadas a nós PROFESSORS. Simplismente não temos vóz, não temos corpo não podemos planejar, pois a escola tem que seguir metas, aprovar os alunos nos ENEMs, vestibulares para que possam depois colocar as fotos deles em audoores ou mandar relatórios para a secretaria de educação dizendo que minha escola esta bem, os alunos foram bem no enem. Fora isso temos uma carga horária muito desgraçada, desculpem-me colegas, mas é essa a expressão para dar conta do nosso tempo de trabalho, imaginem vocês que em um momento louco da nossa história a camera de vereadores de Salvador sugeriram a criação de uma lei que criaria o selibato para o professor. Pensem que loucura além de mau pago, trabalhando pra carario ficaria sem sexo, sem foda ai é foda meus amigos imaginem se essa lei pegasse o quanto teriamos de professores pedófilos, que já são muitos sem essa lei, mas o que me causa expanto é que ainda existe um bando de loucos que estudam quatro, cinco, seis ou mais anos pra seguir essa profissão, sinceramente não sei o que dizer para esse loucos, insanos que migrão para essa área acho que eles acreditam que podem fazer a diferença, fazer diferente é verdade que quando comecei também pensei que podia fazer diferente e fiz realmente, tinha umas loucuras minhas de cantar com os estudantes debater politica em sala dava certo era legal, mas o tempo foi passando e fui perdendo o gás, porém depois que alguns desses, jovens professores vieram estagiar na escola em que leciono tudo mudou comecei a escutar um tal de RAP, movimento hip hop descobri que os meninos gostam e tem um professor rasta que trabalha com rap ai resolvi me arriscar com esse tal de rap, foi escutar, foi estudar e depois levei pra sala, puta que pariu!... os muleques gostaram pra caralho, me sentir renovado e vou continuar... O trabalho é duro, dificíl, mau remunerado, disgastante, entretanto quando você consegue que um, somente um aluno morador de periferia  te olhe e diga porra professor essa aula parece que o senhor estava falando da minha vida, adorei a sua aula você nota que vale apena continuar, pois sei que a vida deste aluno vai se transformar e a ilusãode pensar que fiz parte dessa transformação me faz segguir em frente, continuar...    

sexta-feira, 25 de março de 2011

Interdisciplinar



De maneira muito louca
Cara eu gosto de ensinar.
Trabalhar os conteudos
De forma interdisciplinar

É dificil de fazer muito facíl
Pode ser, só depende de mim
Precisando de você, matématica
Tem letras, geografia calcúlo faz.

A loucura das ciencias que sempre
Te pedem mais, litératura sem história?,
Nego nem posso pensar, já imaginou a química
Sem com a fisíca falar.

E como faço esse troço?
Diacho de interdisciplinar!,
Dou um pulo na didática pra poder
Me inspirar.

Pense numa turma cheia 
De caras de outro lugar,
Edivaldo do meu lado
É de quimica olha lá...

E tem mina de história,
Gente de geográfia, tem de fisica
Que massa, e até filosofia, vixe mano
Que alégria, tô até me inspirando...

Vou criando o meu verso
Recheado de ciências
Parabenizando os manos,
Parabenizando as minas

Por sempre seguir em frente
Enfrentando os desafios
Corrigindo as injustiças
Desse imenso Brasil,

Um abraço professor
Siga em frente por favor
Dialogando com os colegas
De outras áreas meu senhor

Esse é o recado desse jovem
Professor...